Asma: sintomas, causas e tratamento

Asma: sintomas, causas e tratamento

Em nossos pulmões existem pequenos canais de ar chamados bronquíolos. Quando eles estão inflamados, automaticamente ficam estreitos e dificultam a passagem de ar. Esse processo pode ser chamado de asma.

A asma é uma das doenças mais recorrentes do mundo. Estima-se que mais de 300 milhões de pessoas sofrem de asma no mundo. Nesse artigo vamos entender um pouco mais sobre essa doença que aflige diversas pessoas no mundo. Tudo pronto?

Quais são as causas da asma?

A pesquisa acerca da Asma vem tomando boas proporções nos últimos anos, porém ainda se desconhece uma causa concreta para a doença. Apesar de não termos uma causa concreta, podemos listar alguns fatores de risco que podem desencadear ou agravar uma asma:

    • Alérgenos em animais de estimação
    • Fumaça de tabaco
    • Exposição ao ar frio
    • Poluição urbana
    • Alergias alimentares
  • Certos tipos de medicamentos
A asma é uma das doenças mais recorrentes do mundo. Estima-se que mais de 300 milhões de pessoas sofrem de asma no mundo.
Asma: sintomas, causas e tratamento

Quais são os sintomas da asma?

A asma não apresenta uma diversidade muito grande de sintomas, sendo o principal deles a falta de ar. Além deste citado, podemos listar como sintomas de asma também:

    • Estranha sensação de que o ar não chega até o pulmão
    • Tosses que aparecem principalmente no período noturno
  • Dor ou pressão na região peitoral

Na presença constante desses sintomas é mais do que recomendado procurar um especialista para verificar o mais rápido possível a doença e começar algum tipo de tratamento e ficar mais atento a alguns cuidados.

Tenho asma! Como posso me tratar?

É importante dizer que em caso de suspeita de asma ou qualquer outra doença, deve-se procurar um profissional de saúde e nunca se automedicar.

O tratamento de asma deve ser orientado por um pneumologista, pois é interessante que haja uma adaptação dos medicamentos utilizados com o tipo de sintoma e o tipo de paciente que está a sofrer de asma.

Contudo, podemos listar como principais remédios para asma:

    • Broncodilatadores ajudam a relaxar os músculos do sistema respiratório, para que haja mais passagem de ar.
  • Inaladores também são eficientes quando há crises recorrentes de asma. Entretanto, esse tipo de ação trata somente momentaneamente o problema, sendo muitas vezes ineficaz a longo prazo.

Dicas para conviver com asma ou se prevenir dela:

    • Mantenha sua casa sempre muito limpa. Limpe os carpetes e outros lugares que acumulam poeira diariamente.
    • Evite bichos de pelúcia. Caso tenha algum, lave-os pelo menos uma vez por semana.
    • Evite o uso de remédios sem uma prévia consulta médica. O uso de alguns medicamentos sem uma acompanhamento podem desencadear ou piorar uma crise asmática.
    • Evite alimentos com muito corante.
  • Utilize um purificador de ar para se livrar dos principais alérgenos que desencadeiam uma crise asmática.

Gostou? Compartilhe com um amigo asmático ou não, para que mais pessoas saibam como lidar com essa doença tão comum no mundo!

banner-airfree-ptPowered by Rock Convert
Close Menu