Airfree Comprovado para a Eliminação do SARS-CoV-2

Airfree Comprovado para a Eliminação do SARS-CoV-2

Um recente teste científico, efetuado pelo MRIGlobal, revelou a eficácia da exclusiva Tecnologia TSS™ do Airfree no processo de eliminação do novo coronavírus no ar interior

Segundo um teste recente, realizado pelo laboratório certificado independente MRIGlobal (USA), verificou-se que os purificadores de ar Airfree, são eficazes na destruição do novo coronavírus. Deste modo, comprova-se que a tecnologia TSS™ exclusiva da Airfree é também eficaz contra o vírus da COVID-19. Por outras palavras, os purificadores de ar Airfree ajudam a manter os espaços fechados mais seguros.

A pandemia da COVID-19, decorrente do novo coronavírus, tem causado uma série de efeitos devastadores na sociedade com impactos na saúde, economia e outras áreas. Desde que surgiu e se espalhou por todo o mundo que vemos várias medidas, produtos e fórmulas que prometem eliminar ou proteger-nos do SARS-CoV-2. Ou seja, destruir o grande causador da COVID-19.

Os Órgãos de Saúde apoiam algumas destas medidas, como sendo eficazes na prevenção da doença. Falamos de medidas como a higienização constante das mãos com água e sabão, álcool a 70% ou soluções alcoólicas, o uso de máscaras ou uma boa ventilação dos ambientes. Contudo, algumas soluções e produtos são questionáveis. Como tal, é sempre necessário ter em conta testes e estudo científicos, que possam validar a eficácia dessas soluções na eliminação deste vírus.

Desde há vários anos, através de testes efetuados por laboratórios independentes, podemos afirmar que a utilização dos purificadores de ar Airfree é uma solução para manter o ar ambiente interior mais protegido de microrganismos, incluindo vírus. Este facto deve-se à sua tecnologia específica e única no mercado.

Objetivo do teste

O objetivo do teste foi determinar, em condições laboratoriais controladas, se o purificadores de ar Airfree poderia eliminar o vírus SARS-CoV-2 quando transportado no ar.

O MRIGlobal, referência para testes com o vírus SARS-CoV-2, foi o laboratório escolhido não só pela sua credibilidade internacional mas também por realizar o teste com o vírus SARS-CoV-2. Todos os procedimentos técnicos foram validados, os resultados verificados e revistos por pares.

Como foi feito o teste?

Em primeiro lugar foram usadas duas câmaras idênticas, devidamente esterilizadas. Numa delas colocou-se um purificador de ar Airfree enquanto a outra se manteve vazia (câmara de controlo). Posteriormente, o vírus SARS-CoV-2 foi nebulizado em ambas as câmaras com a mesma quantidade de carga viral.

Ao longo de 1 hora, colheram-se amostras de ar nas duas câmaras, com intervalos de 15 minutos entre cada colheita, para em seguida ser analisada a presença do vírus. A análise comparativa dos resultados obtidos nas duas câmaras mostrou que houve uma importante redução do vírus vivo na câmara com o purificador da Airfree, em relação à câmara de controlo.

Como foi feito o teste que elimina o novo coronavírus

Como o Airfree elimina o SARS-CoV-2 no ar?

O purificador utilizado, como todos os purificadores de ar Airfree, contém um núcleo de cerâmica que, quando em funcionamento, pode atingir os 210 ° C. Ou seja, temperatura à qual dificilmente qualquer microrganismo, incluindo o vírus SARS-CoV-2, sobrevive. A circulação de ar através do aparelho faz-se por convecção natural. Esta gera-se através da diferença de temperatura entre a cerâmica (interior) e o ambiente do espaço onde o aparelho se encontra (exterior).

O núcleo de cerâmica aquecido é parte da tecnologia exclusiva do aparelho, patenteada pela marca Airfree e testada diversas vezes em laboratórios certificados. Desta forma, está comprovada a sua capacidade de destruir todos os microrganismos presentes no ar – incluindo os vírus.

O novo coronavírus, como a maioria dos vírus, é sensível ao calor. Ou seja, ao expô-lo a altas temperaturas é possível destruí-lo, eliminando grande parte do risco da sua circulação em espaços fechados. Contudo, é importante reforçar que não é possível garantir que todos os vírus em circulação no ar numa divisão onde se encontra o Airfree sejam destruídos antes de serem inalados.

Como funciona a tecnologia Airfree?

A tecnologia TSSTM (Sistema de Esterilização Termodinâmica), inspirada no processo de esterilização da água pela fervura, utiliza o calor para purificar o ar, de forma silenciosa e sem a utilização de filtros.

O ar contaminado entra no aparelho e é aquecido a temperaturas que atingem os 210 ° C. Dentro dos mini dutos do núcleo de cerâmica ocorre a destruição, pelo calor, dos vírus e de outros microrganismos. O aparelho devolve o ar ao ambiente, já purificado.

Vantagens de utilizar o Airfree como purificador de ar

As vantagens de escolher o purificador de ar Airfree testado por vários laboratórios incluindo o MRIGlobal são:

  • Exclusiva tecnologia TSS™ patenteada e ecológica;
  • Funcionamento contínuo 24/7, sem filtros ou manutenção;
  • Totalmente silencioso;
  • Baixo consumo de energia;
  • Tamanho pequeno e portátil;
  • Design atrativo para os espaços interiores;
  • Até 3 anos de garantia.

Além de serem capazes de eliminar o novo coronavírus, os aparelhos eliminam igualmente outros contaminantes do ar. Falamos de bolor (mofo), ácaros do pó, pólen, bactérias e alergénios de animais. Da mesma forma, os aparelhos Airfree reduzem ainda o ozono e os compostos orgânicos voláteis do ar interior onde estão instalados.

Os equipamentos Airfree são adequados para inúmeros espaços interiores. Por exemplo: casas particulares, escolas, hotéis, hospitais, lares de idosos, clínicas dentárias, museus e prédios históricos. São igualmente uma forma adicional de proteção contra doenças transmitidas pelo ar, como a COVID-19, melhorando a qualidade de vida e o bem-estar.

É muito importante ter em atenção que, apesar da sua eficácia comprovada, os purificadores de ar são um meio complementar de proteção. Têm como função manter um baixo nível de microrganismos e outros contaminantes em espaços interiores.

No que diz respeito ao vírus SARS-CoV-2 e à COVID-19, é necessário seguir todas as recomendações da Organização Mundial de Saúde e outras autoridades para a proteção individual, reduzindo assim a exposição e transmissão do vírus. Principalmente em ambientes fechados, é fundamental que continue a usar máscaras, mantenha o distanciamento social e que higienize constantemente as mãos.

banner-airfree-pt