Cheiro a tabaco nos ambientes? Saiba como remover

Cheiro a tabaco nos ambientes? Saiba como remover

Se não consegue mesmo deixar de fumar, veja algumas “dicas” que podem ajudar a diminuir o cheiro de tabaco dentro de casa…

Se é fumador, ou tem alguém na família que o seja, já deve conhecer os prejuízos que o cigarro e, de forma geral, o tabaco, causam à saúde. 

As doenças e problemas decorrentes deste vício podem atingir praticamente qualquer órgão do corpo, ocasionando desde cancros e doenças pulmonares e cardíacas, até diabetes e derrames, entre tantas outras. E o fumador ainda se encontra em maior risco de contrair outras doenças, como a tuberculose.

Segundo um relatório divulgado pela Direção-Geral de Saúde (DGS), em 2016 uma pessoa morreu a cada 50 minutos no País, como consequência dos males causados pelo cigarro, o que representa cerca de 11% de todas as mortes em Portugal no referido ano.

Fumar dentro de casa é uma forma nociva de aumentar o contacto dos não-fumadores (e também dos animais domésticos) com componentes perigosos para a saúde, como a nicotina, presentes tanto no fumo em si, como nos resíduos impregnados na pele, roupas, móveis, etc.. Tudo isto, e também o forte e desagradável cheiro que fica nos ambientes.

O fumo: passivo, activo… e o depositado na casa!

Segundo o Instituto Nacional de Câncer, do Brasil (INCA) o fumo expelido pelo cigarro de forma homogénea, no ambiente, pode conter em média até 50 vezes mais substâncias cancerígenas do que aquele que é inalado pelo fumador. Além disso, esse fumo pode apresentar três vezes mais nicotina e monóxido de carbono.

O fumador “passivo” fica sujeito tanto ao fumo que é produzido na queima do tabaco em si, como também do que for exalado por quem fuma. Esse fumo apresenta muitos gases tóxicos, inclusive vários com efeitos cancerígenos. E o risco não é apenas do contacto prolongado, pois uma exposição curta ao mesmo já poderia trazer prejuízos à saúde. Esse fumo (decorrente do cigarro e do fumador) pode infiltrar-se noutras áreas para além da fonte, por escadas, corredores e áreas adjacentes.

Desta forma, o melhor para se livrar do cheiro a tabaco em casa e dos eventuais danos causados pelos seus compostos seria mesmo deixar de fumar hoje! Em alternativa, se não conseguir mudar esse hábito poderá fumar exclusivamente nas áreas externas.

Mas há sempre medidas com que podemos pôr fim, ao menos parcialmente, ao cheiro a cigarro nos ambientes.

O recurso a Purificadores de Ar

Uma forma de reduzir o cheiro a tabaco em casa é recorrendo a purificadores de ar que indiquem / incluam essa função nas suas especificações.

Purificadores com filtro HEPA podem ajudar, ou ainda modelos como os aparelhos Airfree®, que apresentam eficácia comprovada pelo INETI e diversos laboratórios internacionais na redução de microrganismos e substâncias nocivas do ar. Falamos de bactérias, vírus, mofos e bolores, alérgenos de ácaros, alérgenos de animais domésticos, pólenes e, inclusive, o cheiro a tabaco.

No entanto, deve ter-se em conta que no caso de aparelhos que usam filtros (ar-condicionado, alguns tipos de purificadores) é essencial garantir a sua limpeza e/ou troca frequente, bem como a limpeza dos dutos de ar.

Algumas sugestões que podem ajudar a diminuir o cheiro a tabaco

A ventilação é uma ferramenta muito importante para remover maus cheiros. Por isso devem abrir-se portas e janelas sempre que possível, para que seja substituindo o ar com mau cheiro, pelo ar “limpo” que entra. O uso de ventiladores e/ou exaustores podem auxiliar nessa tarefa.

É também imprescindível remover a fonte do mau odor, colocando beatas (devidamente apagadas) e cinzas do cigarro em lixo fechado e, se possível na área externa de casa.

Uma forma de remover (pelo menos parcialmente) o odor de cigarro, é manter a limpeza da casa em dia, higienizando paredes, pisos e portas, além de móveis, estofados, cortinas e carpetes, entre outros. Também é importante lavar itens de tecidos, como roupas, fronhas, roupas de cama,

coberturas de sofá e, inclusive, materiais feitos de lã, pois inevitavelmente captam o cheiro do tabaco.

Reduzir, disfarçar / camuflar o cheiro a tabaco …

Se preferir, pode optar por seguir algumas receitas caseiras e simples, de aromatizadores. Elas nem sempre serão capazes de remover o mau odor, mas podem ajudar a diminuí-lo ou disfarçá-lo. Lembrando sempre, no entanto, que a remoção parcial ou mesmo o “disfarce” do cheiro do cigarro não significa que os compostos, perigosos para a saúde, sejam removidos.

Uma forma de camuflar odores é fazer uso de produtos perfumados, como velas e incensos, sprays de aromas, extratos (baunilha, lavanda etc.), grãos de café, algumas plantas e também óleos essenciais. Contudo, deve tomar-se cuidado com alguns produtos industrializados que contêm fragrâncias artificiais, pois podem incluir compostos possivelmente nocivos à saúde.

… E mais “dicas caseiras”

No mercado pode encontrar-se uma variedade de produtos considerados removedores, absorventes ou neutralizantes de maus odores, a exemplo do carvão ativado, entre outros que pode colocar no seu ambiente.

Há quem diga que o bicarbonato de sódio e o vinagre também são bons candidatos na redução de odores em superfícies e materiais – roupas, carpetes, azulejos.

Entretanto, para garantir que o mau cheiro saiu de uma dependência da casa que esteve a ser limpa, o ideal é permanecer algum tempo fora da mesma para que, ao regressar, fique mais fácil perceber a diferença.

***

Na “faxina” dos maus odores, aproveite para verificar se não há outros cheiros incómodos na casa, por exemplo na cozinha. Se sim, aproveite para fazer uma limpeza completa no lar e deixá-lo acolhedor e saudável para todos os moradores.

E finalmente, quando a situação for mais complicada o melhor mesmo é chamar um profissional especializado na remoção de maus odores, de forma a que o ambiente em que vive fique com um ar que cheire a limpeza.

banner-airfree-pt