Como funciona o sono do Bebé?

Como funciona o sono do Bebé?

Para todas as mães que tenham dúvidas sobre o sono do bebé,aqui ficam alguns conselhos que podem ajudar os pequeninos a dormirem melhor…

Dormir é um momento essencial na vida humana. Mesmo em diferentes proporções todos sentimos sono e precisamos dessa pausa para mantermos, em dia, a saúde e o bom funcionamento do organismo.

Enquanto dormimos, o nosso cérebro trabalha intensamente e o nosso corpo descansa de todos os estímulos sensoriais e externos.

A importância do sono do bebé no seu desenvolvimento

Estudos demonstram que o sono desempenha um papel fundamental no desenvolvimento cognitivo, bem como no crescimento das crianças. Dormir bem e por tempo adequado influencia, de forma significativa, o desenvolvimento das funções executivas, da memória e da linguagem. Por outro lado, uma má qualidade do sono pode trazer, para bebés e crianças, problemas relacionados com o sobrepeso, ou mesmo, obesidade.

Muitos pais então perguntam: “como fazer o meu bebé dormir melhor?” ou “como fazer o bebé dormir a noite toda?”. Isso é ainda mais comum entre mulheres e homens que são pais pela primeira vez. De facto, o sono do recém-nascido pode ser um desafio no começo, mas existem algumas formas de ajustar essa função e ajudá-lo a dormir melhor.

De duas em duas, ou três em três horas… 🙂

Apesar de existirem semelhanças entre o sono de adultos e bebés, há uma grande diferença, que é o ritmo do sono infantil. De modo geral o sono dos pequeninos tem uma maior duração, mas é feito de ciclos curtos, quando comparado com o sono dos adultos.

O sono do bebé é, basicamente, regido pelo seu desejo de alimentos. Como o estômago de um bebé é pequeno, a alimentação tem de ser mais frequente, fazendo com que desperte, tanto de dia como de noite, de duas em duas ou três em três horas. Mas logo que a criança cresça e suporte mais tempo até à próxima alimentação, as horas de sono contínuas tendem a ficar maiores.

Os bebés precisam de uma ajuda para aprender a controlar o seu sono – quando é hora de dormir e acordar, e especialmente como fazer isso sozinhos. Isto é muito importante para que, quando acordem brevemente durante o sono, consigam voltar a dormir por si próprios.   

A importância de criar rotinas

Uma forma interessante e que pode ajudar muito os pais neste aprendizado, é criar uma rotina para o sono do bebé. Conforme ele for crescendo, tente estimular o seu bebé durante o dia (com passeios ao ar livre e em contacto com a luz solar, por exemplo) e reduzir a agitação com um ritmo mais calmo durante a noite.

Entretanto, um sono de boa qualidade exige um ambiente seguro e confortável para o bebé (e para nós mesmos). Um quarto que, durante as horas de sono, permanece silencioso, com pouca ou nenhuma luminosidade e uma temperatura agradável, é parte desse ambiente favorável.  Já a rotina antes do sono pode ser estabelecida com canções, música calma, histórias para contar, ou com simples momentos de carinho… E, claro, um banho gostoso, a anteceder o sono da noite.

5 “Dicas” para que o bebé durma em segurança

1 – Deite o bebé sempre de costas, ou seja, de barriga para cima. Essa é a melhor posição para evitar sufocamentos e a Síndrome de Morte Súbita Infantil. E nessa posição, a anatomia e os reflexos da criança também ajudam a impedir que se engasgue, um medo muito frequente entre os pais de “primeira viagem”;

2 – Não é recomendado que leve o bebé para a sua cama, pois ele deve ter o seu próprio espaço. Mas é importante que ele durma perto da cama dos pais, para maior segurança e mais rapidez na prestação de cuidados.

3 – O colchão escolhido deve ser firme e adaptado ao tamanho do berço. E não coloque nesse espaço quaisquer objetos, sejam de pano ou peluches, brinquedos ou almofadas, de forma a evitar possíveis engasgamentos.

4 – A temperatura do local do sono deve ser amena. Nunca aqueça demais o ambiente, nem utilize aquecedores próximo do bebé.

5 – Uma criança saudável dorme melhor, por isso mantenha a vacinação em dia. E a amamentação, pelo menos até aos 6 meses de idade, também é fundamental para uma melhor saúde do bebé.

Mas as mamãs têm todas as informações ainda na maternidade e, em caso de dúvidas, devem recorrer ao pediatra das crianças.

Conforto e tranquilidade

Além destes conselhos, saiba que o seu bebé precisa aprender a retomar o sono por conta própria. Assim, quando notar que ele está sonolento (bocejando, agitado, etc), prepare-o para dormir e coloque-o na cama, ainda acordado, para que não se acostume a dormir nos seus braços. Desta forma ele passará a sentir-se mais seguro e, caso acorde durante o sono, ser-lhe-á mais fácil dormir de novo.

Mas essa segurança também depende de que o conforte e tranquilize quando ele estiver com medo,  inclusive nos chamados “terrores noturnos”. Se durante o sono for necessário trocar fraldas ao bebé, alimentá-lo ou acalmá-lo (no caso de choro), tente fazê-lo de forma delicada e silenciosa, com carinho e, se possível, sem o retirar do berço.

Atenção aos sinais…

A qualidade do sono diz muito sobre o nosso bem-estar, e o mesmo acontece com os bebés. Por isso é tão importante prestar atenção ao padrão de sono das crianças. Mudanças como passar a acordar com frequência ou ter dificuldade para começar a dormir podem ser sinais de que algo não vai bem, seja física ou emocionalmente. Porque às vezes o bebé necessita descansar mais, precisa de mais alimento, ou está a passar por fases de maior ansiedade (ansiedade de separação) ou estímulos excessivos.

Se suspeitar de que alguma doença, alergias ou outros fatores estão a interferir no sono do bebé, procure o seu pediatra.

No caso das alergias importa cuidar do ambiente da casa, sobretudo do ar que as crianças respiram nos quartos de dormir, para proteger a sua saúde e minimizar as crises alérgicas. Não deixe que as noites tranquilas de sono demorem a voltar.

banner-airfree-pt