Clima parte 2 – Todos nós podemos fazer a diferença

“O bater de asas de uma borboleta em Tóquio pode provocar um furacão em Nova Iorque”… É a chamada “Teoria do Caos”, aplicável à nossa vida, à nossa casa, através de pequenas mudanças no dia-a-dia, de que resultem grandes benefícios para o Planeta.

Em conclusão do tema do tema CLIMA, perguntámos à Dra. Ana Rita Antunes, Coordenadora do Grupo de Energia e Alterações Climáticas da Quercus, de que forma o cidadão comum pode contribuir para não agravar este problema que nos últimos tempos tem trazido “fenómenos” preocupantes, um pouco por todo o Mundo.

“Sim, cada um de nós pode mudar o Mundo!”

Segundo a especialista, é necessária uma mudança de atitude face ao consumo dos recursos naturais, entre eles os combustíveis…
“Pequenas atitudes todas juntas podem mudar o Mundo. Este é o pensamento de quem tem o lema – Agir local, Pensar global. Para conseguirmos contrariar o fenómeno das alterações climáticas é necessário que cada um de nós pense nos seus consumos diários de forma diferente.O primeiro passo será mesmo questionar atitudes e ações que já estão enraizadas no nosso quotidiano, como por exemplo:
– Separo o lixo em casa?
– Quanto tempo demoro a tomar duche?
– Faço trajetos de cixnco minutos com o carro?
– Apago as luzes quando não preciso?
– Quando compro equipamentos o consumo de energia faz parte dos critérios de seleção?

 

Separar o lixo em casa, tomar duches que não excedam os cinco minutos, usar a energia de forma eficiente e escolher os equipamentos tendo em conta o seu consumo, são alguns pequenos gestos que contribuem para a resolução dos problemas ambientais locais e globais do Planeta.”

PROJETO EcoCasa
Para que o País consuma apenas o que necessita!

E sobre os progressos da Quercus em matéria de intervenção na área do Clima, junto das populações?

“O Grupo de Energia e Alterações Climáticas da Quercus tem desenvolvido vários projetos desde 2004 e desde aí trabalha de forma permanente ao nível da sensibilização e educação ambiental com vista à poupança de recursos no quotidiano, seja em ambiente doméstico ou fora dele.

Focado inicialmente nos temas da eficiência energética com o projeto EcoCasa (www.eccoasa.pt), energias renováveis e construção sustentável, alargou rapidamente o seu âmbito de intervenção, passando a desenvolver conteúdos e ações em áreas como o consumo de água, a mobilidade sustentável e o consumo sustentável. No quadro da mobilidade, tem sido feito recentemente um trabalho aprofundado ao nível dos biocombustíveis e do ruído.
E em Novembro passado foi lançada uma sexta área, dedicada à gestão eficiente de resíduos.

O contacto com os cidadãos é uma das componentes fortes do projeto, pelo que são frequentes as solicitações, por parte de escolas e outras entidades, para a realização de palestras ou sessões de sensibilização dirigidas aos diversos públicos.

 

Ao nível da intervenção, o projeto EcoCasa procura envolver-se em iniciativas públicas que promovam, através de ações simbólicas, uma maior consciência ambiental e envolvimento por parte dos cidadãos, ao nível das diversas áreas já antes referidas.

É ainda feito um trabalho de pressão junto dos decisores para que sejam tomadas medidas necessárias para assegurar um futuro climático positivo para o Planeta. E no âmbito deste acompanhamento a Quercus faz-se representar anualmente, através do projeto EcoCasa, nas Conferências das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, documentando e relatando a evolução das negociações e as principais decisões, diretamente do terreno, num blogue criado para cada Cimeira.”

Já pensou em diminuir a sua “pegada ecológica”?

Segundo a coordenadora do Grupo de Energia e Alterações Climáticas, “o site oficial do projeto – www.ecocasa.pt – é, também ele, uma ferramenta de educação ambiental, com um conjunto de informações para consulta, nas várias áreas, orientando o consumidor para uma maior eficiência desde a aquisição de equipamentos até ao seu destino final, passando pela implementação de hábitos de consumo que conduzam a uma maior poupança e uma menor pegada ecológica.

Nesta página são disponibilizados vários simuladores, que permitem calcular as poupanças ao nível da Água, Mobilidade e Energia, relacionadas com os hábitos de consumo e a eventual troca ou aquisição de equipamentos.
São ainda publicados, na seção de calendário, eventos diversos da sociedade civil relativos aos vários temas acompanhados pelo projeto.”

-2-

CONSELHO EcoCasa

Consumo de standby e off-mode
Reduza a sua fatura da eletricidade de forma simples, anulando os consumos de standby e off-mode dos seus eletrodomésticos. Desligue os equipamentos sempre no botão em vez de o fazer no comando e, à noite, desligue-os na tomada com botão de corte de corrente, de forma a anular todos os consumos que o equipamento possa ainda ter.
Caso não precise de deixar a box da televisão em modo de gravação, pode também desligá-la da corrente. Atualmente, este é dos equipamentos mais consumidores nas nossas habitações quando não está a ser utilizado.

INFORMAÇÃO PARA CONTATOS:
A página oficial de divulgação da EcoCasa no Facebook (www.facebook.com/EcoCasaQuercus) é dinamizada diariamente com informações e eventos relacionadas com as áreas do projeto.
O número 213 462 210 e o email ecocasa@quercus.pt destinam-se à colocação de dúvidas sobre as várias áreas de atuação.

***

Como nos diz a Dra. Ana Rita Antunes, “apesar do progressivo aumento das fontes renováveis para produção de energia a nível nacional e da crescente informação existente, a subida dos consumos energéticos no setor doméstico demonstra que o País pode ainda fazer muito mais para consumir apenas os recursos adaptados às suas reais necessidades. É com este objetivo que o projeto EcoCasa trabalha já há 10 anos, mantendo-se fiel à máxima de que todos nós podemos fazer a diferença.”

banner-airfree-ptPowered by Rock Convert