A qualidade do ar tem ligação direta com os problemas respiratórios. Sendo eles: Asma, crises alérgicas, insuficiência respiratória e pneumonia. Esses agravantes traz sintomas inconvenientes, responsáveis pela diminuição da qualidade de vida e até perda de produtividade na escola ou trabalho.

Para respirar melhor, a importância de beber água
a importância de beber água

Para respirar melhor, a importância de beber água

Continue Reading Para respirar melhor, a importância de beber água

Beber água ajuda a manter a saúde. Ao hidratar os pulmões, tem ainda uma ação benéfica no alívio dos problemas respiratórios. Nesta altura de maior confinamento, ela é mais do que nunca necessária! Em tempo de pandemia há naturalmente uma enorme preocupação em evitar o contacto com o novo coronavírus, de forma a não ser infectado. O distanciamento social, máscaras, higienizações de objetos e superfícies tornaram-se hábitos diários, que seguirão conosco até à altura em que o risco de contrair a doença possa diminuir.  Mas enquanto fazemos o possível para reduzir a nossa exposição ao SARS-CoV-2, devemos também fortalecer o organismo para, em caso de infecção, ter maior probabilidade de combater esse vírus, e evitar outras doenças respiratórias severas.  Segundo dados do INE –…

Bronquite infantil: Como identificar e tratar.
como identificar e tratar a bronquite infantil

Bronquite infantil: Como identificar e tratar.

Continue Reading Bronquite infantil: Como identificar e tratar.

A bronquite e bronquiolite afetam, em Portugal, de 30 a 60% das crianças até aos 3 anos. Conheça as causas e os principais sintomas. A bronquite costuma ser associada a pessoas mais velhas, que desenvolvem inflamações pulmonares crónicas e sofrem com tosse constante, chiado no peito e produção exagerada de muco. Geralmente são fumadores, mas também indivíduos expostos à queima de carvão, que utilizam fogão a lenha, ou pessoas que vivem em cidades com alto índice de poluição. Esta doença tem duração prolongada e pode permanecer por meses consecutivos, sem possibilidade de cura. Em Portugal, trata-se de uma condição muito frequente, cuja prevalência aumenta conforme a idade, sendo de aproximadamente 12,5% nos homens e de 10,2% nas mulheres entre os 75 e os 84…

Pólenes do Ar: Como lidar com seus altos níveis
como lidar com altos níveis de pólen

Pólenes do Ar: Como lidar com seus altos níveis

Continue Reading Pólenes do Ar: Como lidar com seus altos níveis

Em plena primavera e quase a chegar ao verão, o tempo continua a trazer-nos alguns “passageiros” adicionais… De tamanho microscópico, impossíveis de visualizar a olho nu, os pólenes do ar são de facto visitantes indesejados,  pelas alergias que podem causar.  Libertadas por algumas plantas, essas partículas minúsculas podem ser transportadas pelo ar através de grandes distâncias. Quando a concentração no ar de alguns grãos de pólen alcança determinados níveis, as pessoas que lhes são sensíveis desenvolvem, ao entrarem em contacto com eles, transtornos alérgicos.  Como se desencadeia uma reação alérgica Em Portugal a alergia ao pólen é relevante, ocupando o primeiro ou segundo lugar no número dos indivíduos alérgicos, dependendo da região. Em áreas com altos níveis de pólenes, quase 50% dos indivíduos alérgicos…