Alergias respiratórias: Entenda sintomas, causas e tratamentos

Alergias respiratórias: Entenda sintomas, causas e tratamentos

Segundo a Organização Mundial de Saúde o ar dos ambientes internos é até 100 vezes mais poluído do que o dos ambientes externos. Esse fato contribui, e muito, para que as pessoas desenvolvam certas alergias respiratórias, tendo em vista que passamos 90% do nosso tempo em ambientes fechados.

Podemos citar como exemplos de alergia respiratória a rinite, a sinusite e a asma. A rinite é uma doença crônica que afeta em torno de 10% dos adultos e até 20% das crianças em escala mundial, de acordo com dados da OMS.

Nesse artigo, vamos entender sobre os principais sintomas, causas e como se prevenir dessas alergias que afetam a humanidade com muita frequência. Tudo pronto?

Agentes causadores

Pode-se considerar como principal causa de alergias respiratórias a inalação de  aeroalérgenos (componentes inalantes em suspensão no ar que penetram no organismo através das vias aéreas). Alguns exemplos de aeroalérgenos são:

Alérgenos de animais de estimação (pêlo do cão ou gato, penas de aves, etc)

Alergias respiratórias: Entenda sintomas, causas e tratamentos.

Fatores agravantes das alergias

Além dos agentes causadores, existem certos fatores que podem agravar uma alergia respiratória, ou até mesmo, desencadear uma. São eles:

    • Vírus, que podem estimular uma infecção das vias aéreas
    • Inalação de fumo como cigarro ou poluição urbana.
    • Variação climática, como exposição ao frio

Sintomas de alergia respiratória

As alergias mais comuns são a asma e a rinite. Os sintomas da rinite são bem semelhantes a uma constipação (corrimento nasal e espirros), enquanto a asma tem como sintomas principais a dificuldade de respirar e tosse excessiva.

Entretanto, podemos listar como possíveis sintomas de uma alergia respiratória:

    • Corrimento nasal
    • Espirros
    • Incômodo no nariz e na garganta
    • Congestão nasal
    • Lacrimejo
    • Dor de cabeça
    • Tosse 

Soluções para o problema

Podemos apontar como solução para essas alergias diversos tratamentos médicos que ajudam uma pessoa com asma ou rinite a viver melhor. Todavia, também sabemos a importância de atuar com algumas prevenções e ações que também contribuem com uma melhor qualidade de vida para o alérgico.

Tratamentos indicados

Normalmente, quando as pessoas estão sofrendo uma crise alérgica elas recorrem a descongestionantes nasais. NÃO FAÇA ISSO. Esses medicamentos causam um alívio momentâneo no alérgico, mas quando o efeito dos descongestionantes acaba, os sintomas podem piorar

Uma possibilidade de tratamento dessas alergias são as vacinas, que amenizam bastante os sintomas. Os corticosteróides tópicos também têm exercido um papel importante no tratamento das alergias respiratórias, mas obviamente precisam de uma recomendação e acompanhamento médico.

Ações e prevenções

Os alérgicos deve focar em evitar o tempo seco e se precaver nas épocas do ano em que há mudanças climáticas frequentes. Ambientes empoeirados também contribuem para crises alérgicas frequentes e devem ser evitados.

Algumas ações práticas a serem realizadas pelos alérgicos são: beber pelo menos 2 litros de água por dia, colocar capas nas almofadas e colchões, evitar o mofo e adquirir um purificador de ar para sua casa.

Os purificadores de ar Airfree

OS PURIFICADORES DO AR AIRFREE® são até 99% eficientes ao destruir esporos de mofo no ar, bactérias, vírus, ozónio, alérgenos do ácaro, da poeira, e outros poluentes transportados pelo ar, pelo que representam um grande aliado no aumento da qualidade de vida de pessoas alérgicas.

banner-airfree-ptPowered by Rock Convert
Close Menu