O grande vilão das crises alérgicas

O assunto sobre crises alérgicas nada tem de divertido, mas o que se há-de fazer? Se não podemos acabar definitivamente com o inimigo, pelo menos ficamos a conhecê-lo bem, para melhor o ir controlando

ASSIM, EM RESUMO

Perguntas frequentes:

– Quanto tempo pode viver um ácaro? 

Aproximadamente de 2 a 3 meses.

– Do que se alimentam?

Os seus hábitos alimentares podem ser variados e, dependendo da espécie, são classificados em predadores (a grande maioria), fitófagos, detritívoros quando se alimentam de restos de pele, por exemplo) e parasitas.

– Como se reproduzem ? 

Após a fecundação da fêmea pelo macho, há a produção de ovos. Destes ovos eclodem as larvas, que passam por estágio de ninfa antes de chegar à fase adulta.

– Quais são as doenças que causam ao homem e aos animais domésticos? Ou seja, como é que os ácaros provocam alergias?

A alergia é um processo de sensibilização desencadeado pelo nosso sistema imunológico em resposta a corpos estranhos. E os excrementos, ou mesmo os ácaros mortos que se dissipam na poeira, desencadeiam esta ação ao serem inalados. São, por isso, os maiores responsáveis pelos casos de rinite alérgica e asma.

– Quais são os tipos de ácaros existentes?

Existem desde espécies ectoparasitas quanto endoparasitas até as de vida livre.

– Que ambientes / temperatura são propícios à sua proliferação?

Os ácaros preferem viver em ambientes quentes (acima de 20ºC), com humidade superior a 70%, e protegidos da luz.

– Como identificar os ácaros?

Não é possível identificá-los a olho nu, sendo necessário o uso de um equipamento munido com lentes de aumento, como o microscópio.

Na sua morfologia básica o corpo está dividido em duas regiões: o gnatossoma (região que compreende a parte bucal) e o idiossoma (onde estão localizadas as pernas).

– Eles são importantes para o ecossistema?

Muitas espécies são importantes decompositores secundários do solo, contribuindo para a formação de húmus. Alguns ácaros também atuam como predadores de outras pragas, auxiliando no controle destas.

– Uma limpeza com o aspirador do pó elimina-os?

Para isso seria necessário o uso do equipamento mais de duas vezes por semana, associado a um filtro especial do tipo HEPA que garante melhor capacidade de captura dos ácaros.

Assim, o aspirador pode eliminar uma boa parte, mas não chega a ser o método mais eficiente…

 – Então, o que fazer?

De facto é praticamente impossível eliminar todos os ácaros do ambiente doméstico, mas a população pode permanecer sob níveis bem baixos desta proliferação, desde que se faça a manutenção diária de um espaço limpo, seco e arejado, conforme já vimos anteriormente.

E para melhorar a qualidade do ar que respira, recorra a um aparelho Purificador do Ar, que controlará o excesso da presença de microorganismos na sua casa. Deste modo previnem-se e aliviam-se crises de asma e alergias, conseguindo-se uma melhor qualidade de vida, com noites reparadoras de sono e enormes poupanças em gastos com a saúde.

Porque, como é lema da Airfree: “ Prevenir é Melhor que Tratar.”

banner-airfree-ptPowered by Rock Convert