Nos santos a bailar, e também a reciclar?

Nos santos a bailar, e também a reciclar?

“Santo António já se acabou, o São Pedro está-se a acabar… São João, São João, São João, dá cá um balão para eu brincar…”

Santo António ainda não se acabou, pois hoje é o seu Dia! Em Alfama ou na Graça, na Bica, Mouraria ou Madragoa, este Santo abre as festividades populares da capital, num mês de sardinha assada e caldo verde, de manjericos e marchas com arquinhos e balões…

A 24 de Junho comemora-se o São João do Porto, e a 29 o São Pedro.

Um pouco por todo o País mantém-se a tradição, mas, segundo a Quercus, as Festas não têm de ser sinónimo de desperdício, de descartável e de sujidade… “Podemos comemorar poupando recursos e reduzindo o impacte no Ambiente”, afirma a Associação Nacional de Conservação da Natureza.

 

E assim, aqui ficam uma dúzia, não de sardinhas :), mas de conselhos dos especialistas para tornar esta época festiva mais amiga do Ambiente:

 

– Reutilize as decorações do ano anterior. No fim da época guarde o que for possível para uma utilização no próximo ano, para não ter sempre de comprar novas decorações;

– Deixe o carro à porta de casa e utilize os transportes públicos nas deslocações até aos locais festivos;

– Procure o Arraial do seu Bairro, evitando grandes deslocações. Sentir-se-á em festa na mesma;

– Consuma peixe nacional proveniente de pesca artesanal. Desta forma está a contribuir para a sustentabilidade do setor;

– Consuma produtos de origem nacional e biológica para a confeção dos pratos típicos da época;

– Utilize os sanitários disponíveis, evitando transformar as ruas num sanitário público. Desta forma promove uma maior higiene urbana e evita a propagação de pragas;

– Não largue nenhum tipo de balões para o ar; existem outras formas de comemoração, por vezes ainda mais criativas;

– Reduza a utilização de materiais descartáveis, como pratos, talheres, palhinhas e copos, dando preferência a opções reutilizáveis;

 

– Sempre que possível reutilize os mesmos copos durante a noite, procurando estabelecimentos que vendam bebidas à pressão.  Ao evitar o consumo de bebidas enlatadas vai reduzir a produção de resíduos de embalagens e o volume total de resíduos produzidos; 

– Não despeje lixo para o chão, utilize as papeleiras, os caixotes e os cinzeirões disponíveis no local;

– Promova a separação dos resíduos – embalagens, plástico e metais, materiais em papel, embalagens de vidro;

– Tenha atenção aos feriados, evitando a colocação, nesses dias, de resíduos nos contentores. Opte por aguardar pelo dia seguinte.

 

E aproveitamos para desejar aos nossos leitores umas alegres Festas Populares e também Boas Férias, se for caso disso…