É “Dia” de Falar de Água e do Idoso
A importância da água para a saúde, em especial a do idoso

É “Dia” de Falar de Água e do Idoso

Duas datas do Calendário, e um ponto de encontro: o problema de muitos idosos não beberem água suficiente… E também alguns números sobre o consumo da água, seu desperdício e necessária poupança

Assinala-se, hoje, o Dia Nacional da Água, uma oportunidade para se refletir sobre a importância da água, incentivando a consciencialização das pessoas para a utilização deste recurso essencial à Vida.

Mas hoje é também assinalado o Dia Internacional do Idoso, instituído em
1991 pela ONU, e que tem como objetivo sensibilizar a sociedade para as
questões do envelhecimento e da necessidade de proteger e cuidar desta
população.

A água nossa de cada dia

É do senso comum que possuímos uma certa quantidade de água no corpo – num adulto essa quantidade é de cerca de 70% -, e que precisamos beber
água todos os dias para uma melhor saúde. 

A água é essencial para manter os ritmos biológicos. Por ser um solvente
universal, é na sua presença que ocorre a maioria das reações químicas
necessárias ao bom funcionamento do organismo.

Além disso, ela auxilia no transporte de substâncias pelo corpo, na excreção de toxinas, na regulação da temperatura, e aumenta a resistência física.

Perdemos água de diversas formas ao longo do dia e, apesar de haver controvérsias, estima-se que cerca de 2 litros diários sejam necessários. 

A importância da água para o idoso

A manutenção de uma boa quantidade de água no organismo é essencial a todos, mas merece maior atenção em idosos, já que possuem uma redução do volume de água no corpo, chegando a 50%. Assim, estão mais suscetíveis à desidratação.

A não ingestão adequada de água pode levar a um espessamento do
sangue, aumentando os batimentos cardíacos, além de alterar a pressão
arterial.

A falta de água também é responsável por confusão mental, que pode até ser confundida com outras doenças.

Em idosos asmáticos, por exemplo, a falta de água pode auxiliar na desidratação das vias aéreas, podendo ser um fator de agravamento de crises. Naqueles com alergias cutâneas, a falta de água pode levar a uma pele ressequida e mais suscetível a irritações.

Em geral, o nosso organismo avisa quando precisamos de água, mas nos idosos esse mecanismo pode ser comprometido… Assim, é necessário que os familiares auxiliem o idoso a lembrar que é importante beber a cada duas horas.

Uma boa medida é deixar uma garrafa de água ao lado da cabeceira da cama ou do local onde o idoso passa mais horas. E colocar rodelas de limão ou laranja na água pode tornar essa ingestão mais prazerosa. 

SENSIBILIZAR, A PARTIR DAS ESCOLAS

Numa época em que governos e instituições nacionais e internacionais demonstram uma crescente preocupação com o fenómeno das alterações climáticas e o seu impacto na qualidade de vida Humana, é da máxima importância assinalar este Dia.

O Grupo AdP – Águas de Portugal, tem vindo a realizar ações de sensibilização, designadamente nas escolas, e tem em curso a Campanha “Água com um Pingo de Consciência”,  que sensibiliza e alerta os cidadãos para um uso mais eficiente deste bem, e para o seu valor em todas as suas dimensões – social, ambiental e económica.

SAIBA O QUE GASTA E O QUE PODE POUPAR

“Conseguimos calcular o custo de tudo, exceto o de um futuro sem água”, pode ler-se no Portal, onde encontramos matéria de grande interesse que mostra, em números, toda a água que é necessária às mais diversas atividades do ser humano, e toda a que poderia ser poupada. Vejam este exemplo:

Segundo as Nações Unidas, um ser humano precisa de 110 litros de água por dia para satisfazer as suas necessidades básicas.

Parece muito, mas se pensarmos um pouco nos gastos diários, mesmo nos mais eficientes, rapidamente chegamos a esta quantidade:

  • Um duche de 15 minutos, com a torneira aberta, consome cerca de 180 litros.
    Se diminuir o tempo do duche para 5 minutos, reduzirá o consumo para 60 litros. Um chuveiro com sistema redutor de caudal pode economizar 80%
  • Ao lavar as mãos ou os dentes com a torneira aberta, pode gastar cerca de 14 litros de água.
    Se usar um copo, pode diminuir para apenas 1 litro.
  • Ao manter a torneira aberta enquanto faz a barba, pode gastar até 40 litros de água.
    Se colocar uma tampa no lavatório, gastará apenas 2 litros.
  • Ao lavar o carro com mangueira pode gastar cerca de 500 litros de água.
    Se lavar com balde e esponja, reduzirá o gasto para 50 litros.
  • Em cada descarga de autoclismo gasta cerca de 15 litros de água.
    Se colocar uma garrafa de 1,5 litros dentro do depósito da água, pode diminuir para 8,5 litros por descarga.
  • Uma torneira a pingar de 5 em 5 segundos, durante 24 horas, pode gastar 30 litros de água por dia, o que corresponde a mais de 10.000 litros de água por ano. Se não tiver fugas, reduz para 0 litros.

É por isso que pequenos gestos do dia-a-dia podem fazer toda a diferença.





banner-airfree-ptPowered by Rock Convert
Close Menu