fbpx

Dormindo com os ácaros

O problema das alergias respiratórias, como a rinite, a sinusite e a asma é, na maioria dos casos, causado pelos ácaros do pó doméstico, microscópicos aracnídeos que convivem diariamente conosco, com especial predilação pelas nossas camas! 

blog_acaro7
Segundo a OMS, 30% da população mundial sofre com algum tipo de alergia. E se de facto os ácaros têm elevado grau de responsabilidade nessas alergias, convém conhecê-los melhor para não ter de (parafraseando o conhecido filme com Julia
Roberts) “dormir com o inimigo”!

O que são os Ácaros:

Os ácaros são animais microscópicos, da classe dos aracnídeos, invisíveis a olho nu e que se alimentam principalmente dos restos de pele humana. Assim, como cada pessoa “produz” cerca de 1,2 gramas de pele por dia, há um manancial inesgotável de alimento para estes (quando vistos ao microscópio) horrendos seres. Mais precisamente, essa quantidade de pele é suficiente para alimentar cerca de 100.000 ácaros!

Para se ter uma ideia da gravidade do problema, saiba-se que, segundo os especialistas, ao fim de dois anos de utilização um terço do peso do nosso travesseiro é formado por ácaros… E que num colchão com dez anos podem habitar até um trilião de “micro-monstrinhos”.

Purificar é a palavra de ordem!

No entanto não é apenas nas nossas camas que os ácaros vivem e se reproduzem…
Além de se alimentarem de partículas resultantes da descamação da pele humana e de animais, a sua dieta inclui também esporos de fungos.
Por isso, podem habitar qualquer ambiente das nossas casas que seja quente, húmido e escuro, incluindo móveis estofados, tapetes, carpetes, cortinados e mesmo peluches.

blog_acaro3

Sobre a higienização do quarto de uma pessoa alérgica, aconselha-se a limpeza semanal de colchões, almofadas, cortinas e tapetes com aspiradores com filtro especial do tipo HEPA e as soluções acaricidas e fungicidas, ou mesmo o recurso a empresas especializadas nesta área.
E, claro, um purificador de ar nos quartos de dormir, fará toda a diferença!

Como se dá a reação alérgica?

Ao contrário de pragas domésticas comuns – pulgas, por exemplo -, os ácaros não mordem… – felizmente! 
Mas, quer estejam vivos ou mortos, no entanto, os seus corpos, secreções e principalmente as suas fezes contêm proteínas específicas que, portanto, podem desencadear sintomas alérgicos em pessoas suscetíveis. E não só alergias respiratórias, mas também dermatológicas, como o eczema.

blog_acaro2Quem sofre com as alergias respiratórias sabe como é difícil conviver com elas,pois o paciente pode ter fortes dores de cabeça, corrimento nasal, olhos lacrimejantes, falta de ar e noites mal dormidas.

Portanto, outros sintomas da reação alérgica a ácaros da poeira doméstica podem incluir chiado, falta de ar e sensação de aperto no peito, comichão no nariz, olhos e corpo, bem como as erupções cutâneas.

Como reduzir os ácaros na sua casa?

O seu desenvolvimento é favorecido, sobretudo, pela humidade relativa do ar, por uma reduzida ventilação, e é inerente aos materiais. Assim, impossível destruir toda a população dos ácaros da poeira, mas pode-se reduzir drasticamente o seu número, de forma a diminuir os sintomas respiratórios ou dermatológicos.

Além disso, é importante lembrar que as fezes dos ácaros mortos continuam a provocar reações alérgicas, poranto, é importante também remover os seus corpos mortos e fezes.

Conselhos:

– Recorra a capas antiácaro para colchões e almofadas.- Cobertores e

-edredons que não tenham capas devem ser lavados de dois em dois meses.

– As fronhas devem ser lavadas semanalmente em água quente, de preferência a mais de 60 ° C.

– Não deixe peluches nos quartos de dormir. Prefira os brinquedos de madeira ou plástico, que podem ser lavados mais facilmente.

Dicas de limpeza:

– Limpe semanalmente o pó dos móveis, utilizando panos eletrostáticos (ou húmidos), em vez de um espanador.

– É importante ter sempre a casa seca e bem ventilada, para reduzir a humidade.

Evite móveis estofados – prefira o couro, vinil, plástico e madeira.

– Para as janelas e portas exteriores evite as cortinas pesadas; persianas ou cortinas planas são melhores.blog_acaro5

– Lave as roupas antes de as usar, se tiverem estado guardadas muito tempo.

Retire tapetes e carpetes dos quartos de pessoas alérgicas. Soalhos de madeira ou cerâmica podem ser limpos com panos eletrostáticos ou húmidos.

– Se tiver tapetes, lave-os regularmente e seque-os no exterior em dias secos, se possível com sol;

– Ao aspirar a casa os ácaros podem ficar em suspensão até vinte minutos.  Por isso, os alérgicos devem evitar esta tarefa, ou então usar uma máscara.

– Depois da casa aspirada, deve ser arejada algum tempo para ajudar a limpar o ar.

Não arrumar a cama logo ao acordar. Deixe que a humidade seja dissipada do colchão antes de fazê-lo.

Sabia que?blog_acaro6

– No pó doméstico podem encontrar-se células mortas de pele humana, resultantes do processo natural de descamação; partículas de cabelo e pelos; fibras de tecidos (dos tapetes, carpetes e roupa); terra (que trazemos para casa nas solas do calçado; pólen, fungos e outras substâncias trazidas pelo vento, como os próprios ácaros!

– Até 19.000 ácaros podem habitar num grama de poeira

– O tamanho do ácaro pode ser de apenas 0,2 0,3 mm

– Pertencem à classe dos aracnídeos e o seu tempo de vida é de 2 a 4 meses

– No pó de um saco de aspirador se podem encontrar até 1,5 milhão de ácaros

– Num colchão com 10 anos vivem cerda de 1 trilião de ácaros

=

banner-airfree-ptPowered by Rock Convert
Close Menu