ELEFANTES E RINOCERONTES, PANGOLINS E CALAU-DE-CAPACETE…

 

Lutar contra o comércio ilegal da fauna e da flora selvagens é o tema do próximo Dia Mundial do Ambiente. A União Europeia enfrenta este desafio de nível mundial, através de “um plano de ação para os próximoscinco anos…”

elephant-175798_960_720[1]

O Dia Mundial do Ambiente tem como objetivo assinalar ações positivas de proteção e preservação do ambiente, alertando populações e governos para essa imperiosidade. O evento data de 1972 e o dia escolhido, 5 de junho, marca o início da Conferência das Nações Unidas sobre o meio ambiente.

Um tema anual serve de ponto de partida para o desenvolvimento de ações que assinalam o Dia em mais de 100 países, com variadas atividades programadas para apresentar novas formas e métodos de preservar o futuro da humanidade em ações individuais do cidadão ou coletivas e com a participação das escolas, sensibilizando as crianças para ações que causem um impacto positivo no meio ambiente.

Em 2016, “a Luta contra o Comércio Ilegal da Fauna e da Flora Selvagens” é o tema deste Dia e faz parte de um plano de ação que a UE está a levar a cabo até 2020 para acabar com uma prática que “dizima a biodiversidade, alimenta a corrupção e ameaça o desenvolvimento económico em algumas das regiões mais pobres do mundo.”

“A este ritmo, uma criança nascida hoje verá os últimos elefantes e rinocerontes selvagens morrerem antes do seu 25.º aniversário…”

A UE é uma região de origem, trânsito e destino para o tráfico de espécies ameaçadas de extinção, que implica espécimes vivos e espécimes mortos da fauna e da flora selvagens, ou partes de produtos fabricados a partir deles.

Na última década, verificou-se um aumento dramático da caça furtiva e do comércio ilegal de produtos provenientes da fauna e da flora selvagens, impulsionado por um forte aumento da procura a nível mundial de produtos como marfim, chifres de rinoceronte, ossos e peles de tigre, madeiras nobres e peles de répteis. Mais de 20 000 elefantes e 1 200 rinocerontes foram mortos em 2014 e, após anos de recuperação, as populações destas espécies estão novamente em declínio.

Sobre isto, o Comissário responsável pelo Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella declarou: “O tráfico de animais selvagens constitui uma importante ameaça para a sustentabilidade do nosso futuro, e temos de combatê-lo em várias frentes. Se a situação continuar a este ritmo, uma criança que nasça hoje verá os últimos elefantes e rinocerontes selvagens morrerem antes do seu 25.º aniversário. O novo plano de ação sublinha o nosso compromisso para pôr termo a esta atividade criminosa, conjugando vontade política e ação no terreno.”

O plano inclui 32 ações a realizar até 2020, pela UE e pelos seus 28 Estados‑Membros, centrando-se em três prioridades:

– Prevenir o tráfico e reduzir a oferta e a procura de produtos ilegais da fauna e da flora selvagens;

– Intensificar a aplicação das regras vigentes e combater a criminalidade organizada de forma mais eficaz;

– Reforçar a cooperação entre os países de origem, de destino e de trânsito.

Decorridos estes anos a Comissão Europeia fará um balanço da situação, mas alerta: “só trabalhando juntos com todo o empenho político necessário conseguiremos combater com êxito o crime contra a vida selvagem.

http://ec.europa.eu

Rinoceronte

WILD FOR LIFE:

“Para o bem-estar das pessoas e do planeta”.

A ONU Brasil (Nações Unidas no Brasil), alerta para o comércio ilegal de animais silvestres, lembrando que este crime “empurra espécies para a extinção, rouba o património natural dos países e dá lucro a redes criminosas internacionais.”

Com a hashtag #WildforLife, uma campanha lançada dia 25 de maio em Nairobi, Quénia, durante a segunda sessão da Assembleia Ambiental das Nações Unidas (UNEA-2), visa mobilizar milhões de pessoas a assumir compromissos e tomar medidas para acabar com este comércio ilegal.

Em comunicado à Imprensa, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu “a todos os governos e às pessoas em todos os lugares que apoiem a nova campanha das Nações Unidas, ‘Wild for life’, que visa mobilizar o mundo para acabar com esse comércio destrutivo… Preservar a vida selvagem é crucial para o bem-estar das pessoas e do planeta”, acrescentou o secretário-geral.

gisele

“I am Gisele Bundchen. I am a Sea Turtle”…

Esta ação está a ser apoiada por celebridades de todo o mundo, incluindo embaixadores da Boa Vontade do PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), como o futebolista marfinense Yaya Touré, que apoia os elefantes, e o ator e ambientalista Ian Somerhalder, que defende os pangolins.

Mas a luta inclui conservar outras espécies, como orangotangos, tigres, rinocerontes e calau-de-capacete.

Também embaixadora da Boa Vontade, a modelo brasileira Gisele Bündchen luta pelas tartarugas marinhas, afirmando:

“Entristece-me que no século 21, com todo o nosso conhecimento e poder, ainda escutemos histórias de espécies selvagens que enfrentam a possibilidade de extinção pela ação do homem. Agora é o momento de acabar com todo o comércio ilegal de animais selvagens”.

 

Fonte: https://nacoesunidas.org

Calau-de-capacete

ESPÉCIES AMEAÇADAS…

– De acordo com as agências da ONU, entre 2010 e 2012, 100 mil elefantes foram mortos em África para a extração de marfim.

– Três rinocerontes são mortos todos os dias, e o rinoceronte negro ocidental já foi extinto.

– Grandes macacos já estão localmente extintos em vários países africanos.

Sabia que?

– PANGOLINS (uma espécie de tamanduás escamosos), são os mamíferos mais traficados no mundo. Porquê? A sua carne é considerada uma iguaria e as suas escamas são conhecidas por terem propriedades medicinais.

– O CALAU-DE-CAPACETE é uma ave exótica que tem sempre a sua cabeça a prémio… literalmente! Porquê? O seu elmo é mais valioso que o marfim do elefante.

tatu

 

Agradecimentos:

Representação da Comissão Europeia em Portugal

http://ec.europa.eu

Coordenação:

MLG – Comunicação e Serviços

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s