SPP, AOS JOVENS: “NÃO FUMAR É TER ATITUDE!”

deixar-cigarro.pngNo âmbito do Dia Mundial Sem Tabaco, que se assinala a 31 de Maio, a Comissão de Tabagismo da SPP – Sociedade Portuguesa de Pneumologia, dá destaque aos 75% dos jovens portugueses que não fumam

Ciente que a prevenção é um dos principais pilares da luta para acabar com a epidemia do tabaco, a Comissão de Tabagismo da SPP aposta, este ano, em chamar a atenção para aquele que é considerado o grupo mais vulnerável ao início do hábito tabágico.Cartaz_500x700mm_Page_1

Consumo nas raparigas é agora mais expressivo…

A mensagem deste ano – “75% dos jovens portugueses não fumam” – destaca os últimos dados nacionais publicados no relatório da DGS “Portugal, prevenção e controle do tabagismo em números – 2014”. Os dados apresentados mostram perspetivas pouco animadoras em relação ao início e consumo de tabaco nos mais jovens, nomeadamente na população dos 15 aos 24 anos: 25.5% dos jovens nesta faixa etária, quando inquiridos, terão declarado ter fumado nos últimos 30 dias.

Segundo Ana Figueiredo, Coordenadora da Comissão de Tabagismo da SPP, “nos últimos anos pouco tem sido o investimento na prevenção deste grupo de risco, o que fez estagnar a redução de início de consumo que se verificava no passado. Por outro lado o consumo nas raparigas é agora muito mais expressivo, com pouca diferença em relação aos rapazes”.

Cartaz_500x700mm_Page_2Campanha lembra que não fumar é ter personalidade

Sabe-se que a maior parte dos jovens inicia o consumo por curiosidade e influência dos amigos ou de grupos. A campanha deste ano quis inverter os números e mostrar de uma forma positiva aos jovens que não fumar é ter atitude, personalidade e uma postura de afirmação, o que não acontece com os fumadores que acabam por ficar socialmente desenquadrados, como “aves raras” ou até como a “ovelha negra”.

A SPP lembra ainda que é importante não negligenciar a questão da exposição ao fumo ambiental, que acaba também por colocar os jovens numa situação de vulnerabilidade. “É fundamental criar leis realmente restritivas, sem exceções, que desencorajem o início do consumo. Estudos científicos têm mostrado que os jovens que vivem em cidades com proibições abrangentes de fumar em restaurantes, bares e discotecas têm metade da probabilidade de se tornarem fumadores, em comparação com os jovens que vivem em áreas sem restrições ou com proibição parcial de fumar. Além disso, a saúde das crianças e dos jovens também beneficia de políticas abrangentes de proteção ao fumo do tabaco: em países “smoke-free” houve redução dos internamentos por asma infantil e de partos prematuros”, acrescenta Ana Figueiredo.

Agradecimentos:
SPP – Sociedade Portuguesa de Pneumologia
Para Informações: Sónia Matos – Tel.: 21 829 57 37

Comércio ilícito de produtos do tabaco é tema para o Dia Mundial sem Tabaco, 2015.
A data de 31 de maio, que assinala o Dia Mundial Sem Tabaco, foi criada em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS).
Em 2015 o objetivo é unir os países com o objetivo de trabalharem juntos para acabar com o comércio ilícito dos produtos do tabaco. Dados da OMS apontam para o facto de que este mercado ilegal pode ser responsável por até 10% dos cigarros consumidos no mundo, aumentando-se assim, ainda mais, os riscos associados ao tabagismo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s