CAMPISTAS? SEMPRE. MAS COM NOVOS “FORMATOS” NAS FÉRIAS AO AR LIVRE

Há cada vez maior número de portugueses a optar pelo campismo, o que também se explica pelos tempos de crise… Mas há mudanças a assinalar, como resultado de uma maior exigência pelo conforto. E sempre sem esquecer os cuidados devidos a quem é alérgico!

 O mês de Agosto registou, desde sempre, maior número de campistas, adeptos da “arte de viver ao ar livre”…campismo2

Mas “armar a tenda” é uma tradição que já não é bem o que era, quando os adeptos podiam contar apenas com os próprios recursos e inventiva para superar os desafios da vida em estado “selvagem”…

De facto, a crescente procura de outras formas de estar ao ar livre, tal como os sofisticados teepes, bungalows, caravanas residenciais e mesmo chalets, vem dar novas tonalidades à paisagem, nesta forma de turismo cada vez mais diversificado.

 A palavra Campismo deriva do inglês (“camping”) ou seja, campo. Mas num sentido mais lato significa a vida na Natureza, montando a tenda ao ar livre, no campo, em vales ou montanhas, nas margens dos rios ou mesmo em praias…campismo1

Com o tempo a expressão alargou-se a muito mais que a utilização de uma tenda, já que os novos campistas preferem os parques e outros locais que possuam equipamentos mais complexos e confortáveis.

Pessoas com alergias e asma podem ir acampar?

 Naturalmente que quem tiver fobia de cobras, aranhas ou outros seres rastejantes, não vai mesmo acampar, qualquer que seja o estilo de camping…

Mas será que uma área densamente arborizada não traz outros “perigos” para os amantes de dias ao ar livre?

Falamos daqueles que sofrem de alergias ou asma, e que por isso devem ter cuidados especiais no planeamento das férias.

Antes da viagem é importante a consulta ao médico de família, que poderá prescrever alguma medicação e dar aconselhamento à medida do local do acampamento e período de tempo em que o alérgico lá estiver.

Se o destino for novo, importante também será informar-se sobre a existência, nas proximidades, de um serviço médico de emergência, farmácia e respetivos contatos.

Já agora, convém verificar se o local para onde vai tem cobertura de rede para chamadas por telemóvel.

E se usar um nebulizador, assegurar-se de que o parque de campismo dispõe de energia elétrica!

campismo7

Entretanto, quaisquer que sejam os cuidados a tomar no campismo se for alérgico, pelo menos dentro dos teepes, caravanas residenciais ou bungalows a luz elétrica permite que leve também consigo um purificador do ar.

campismo6

A Airfree acaba de lançar no mercado o modelo T, dirigido precisamente a espaços mais pequenos. Leve, prático (é só ligar à tomada) e muito económico, será uma mais-valia para garantir que alérgenos de ácaros e outros microrganismos do ar, tais como vírus, bactérias, mofo, esporos e pólenes não se instalem a acampar consigo!

CURIOSIDADE

Na tenda, “pela sua saúde”!

Já se sabia, mas agora um recente estudo realizado numa Universidade do Colorado (EUA), vem dizer que “acampar faz bem à saúde!”campismo3

E explicam que a exposição prolongada à luz natural faz com que a pessoa sincronize o seu relógio biológico com o nascer e o pôr-do-sol, devido ao contato permanente com a Natureza, melhorando desta forma o padrão de sono e o bem-estar do campista.

Esta entrada foi publicada em Alergias, Alergias Respiratórias com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s