ÁCAROS: OS GRANDES “VILÕES” DA RINITE ALÉRGICA!

Já vimos que os pólens são os grandes responsáveis pela rinite sazonal, específica dos
meses de Primavera. Já a rinite alérgica perene está associada à exposição crónica a alergénos, como os que estão presentes dentro de casa… Os ácaros!!!’acaro2

Quando a rinite é do tipo perene / persistente, ela perdura pelo menos em 9 meses do ano, sendo particularmente dolorosa de suportar por aqueles que dela sofrem. De facto, os seus sintomas, além de bastante incómodos afetam a qualidade de vida dos pacientes, já que entre outros problemas prejudicam a qualidade do sono, aumentando o cansaço e afetando a concentração e desempenho, na escola e no trabalho. Além disso, para existir o controlo da crise alérgica são necessários medicamentos, algumas vezes dispendiosos e que podem ter efeitos colaterais desagradáveis.

Sabe-se hoje que 25% de todas as alergias são provocadas por ácaros de poeira doméstica, bem como 50% de todos os males asmáticos são atribuídos a esses ácaros.

E também que 5% de todas as pessoas são alérgicas ao pó!

Os ácaros do pó da casa são considerados em todo o mundo, particularmente nos países ocidentais e industrializados, como a principal causa de alergias do aparelho respiratório.

ácaroCiclo de Vida do Ácaro

 

Não deixe o pó acumular…

 Os ácaros da poeira são aracnídeos (pertencem  à classe das aranhas) e só podem ser vistos através de um microscópio.

O seu ciclo de vida é de 2 a 3,5 meses e o seu habitat é doméstico, gostando eles particularmente das fibras naturais existentes nas carpetes, tapetes e roupas de cama.

A temperatura e a humidade são igualmente importantes e justamente nos climas tropicais as condições são as mais favoráveis (temperatura entre 10-32 Celsius e humidade relativa entre 60-70%) para o seu desenvolvimento.

Alguns ácaros são parasitas, mas os mais graves para as alergias respiratórias são espécies de vida livre, comumente encontrados no pó de colchões, travesseiros, móveis e pisos das casas.

O seu desenvolvimento é favorecido pela humidade relativa do ar, por uma reduzida ventilação e pelo acumular de pó.

Infestações por ácaros

(E nem precisam estar vivos!…) ácaro_baixa

 Por tudo isto, as infestações por ácaros são muito comuns. E, quer estejam vivos ou mortos, os seus excrementos libertam uma fina poeira que, ao ser inalada, pode provocar alergias…

De facto, a exposição a determinadas proteínas que existem no corpo destes seres pode deflagrar alergias respiratórias, como a asma e a rinite alérgica, bem como dermatites alérgicas.

Exposições que se dão, sobretudo, através das vias respiratórias… Pois quando encontrados no meio ambiente, suspensos no ar com as poeiras, esses dejetos são inalados, dando origem a reações de hipersensibilidade.

De acordo com estudos realizados a nível internacional, “a concentração de 100 ácaros por grama de poeira já é o bastante para provocar sensibilização, embora não gere crise…” Mas quando esta concentração aumenta, designadamente para 500 destes seres por grama de poeira, isto já despoleta crises alérgicas, com sintomas tais como falta de ar.

2 Comments

  1. Foi-me detectado uma alergia, cujo nome é ” alternária ” penso ter a ver, com o fungo da humidade. Desde o inicio do outono até há dias atraz, tenho andado toda entupida das vias respiratórias. Nariz, ouvidos e garganta.
    Haverá vacina ? Quais os cuidados que devo ter, dado que vivo em Sintra uma terra com muita humidade.
    Obrigada

    1. Cara leitora:

      Obrigada pelo seu contato. Alternaria, na verdade, é um fungo, ao qual a leitora parece ser alérgica! E este fungo existe em tantas espécies, podendo ser causa de tão diferentes reações de hipersensibilidade, que o nosso conselho vai para que consulte um alergologista.

      Existem tratamentos imunoterápicos – realizados com “vacinas para alergia”- , mas que não devem ser feitos isoladamente, e sim integrados num programa de tratamento global. Há sempre a possibilidade de efeitos colaterais, pelo que é mesmo aconselhável a consulta com um especialista, que lhe indicará a melhor opção de tratamento…

      Vivendo em Sintra, está de facto numa zona com bastante humidade, e propícia a que o mofo se instale nas habitações…
      Neste blogue encontrará conselhos específicos para um dia-a-dia com melhor qualidade de vida, seja nos espaços internos ou no exterior.

      Informe-se também sobre o recurso a um aparelho purificador do ar, que representa uma forma segura de aliviar o seu problema, quando em casa.
      É o caso do Airfree, de que já terá visto a menção no blogue, aconselhado sobretudo para asmáticos e alérgicos, pois controla o excesso da presença de microorganismos, reduzindo drasticamente a quantidade, alérgenos de ácaros, fungos, bactérias e vírus do ar.

      Assim, terá assegurada a melhoria do ar que respira, e também das noites de sono, além de que a redução das crises de alergia implica uma poupança em gastos com a saúde!

      Esperamos tê-la ajudado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s