E SE A ESCOLA DOS NOSSOS FILHOS ESTIVER “DOENTE”? :(

Dos bebés, passamos esta semana às crianças mais crescidinhas, que já estão no infantário ou na escola.

Neste caso, sobretudo se localizados estes espaços em edifícios mais antigos, é muito provável que os nossos filhos não estejam a respirar o melhor ar, no melhor dos ambientes…- e onde inclusive passam muitas horas do seu dia!

Nos últimos anos têm sido dados vários os alertas para a extrema importância de Muitas escolas inserem-se na designação de Edifícios Doentes, devido à enorme concentração de poluentes nos seus interiorespurificar os ambientes em que as crianças se encontram, nas escolas, de forma a prevenir o desenvolvimento de doenças alérgicas ou respiratórias, como a asma e a rinite.

Com a síndrome dos “edifícios doentes”, comum a muitos estabelecimentos de ensino, os mais novos estão expostos, várias horas por dia, à presença de alérgenos de ácaros, fungos, bactérias e vírus no ar.

Tempo de gripes + Escolas poluídas…

NÃO HÁ ESTUDO QUE AGUENTE!

Sobretudo nas estações frias, as alergias provocam efeitos potenciados no congestionamento das vias respiratórias, o que se traduz em problemas infeciosos.

Há cada vez maior número de crianças com doenças alérgicas, que por sua vez são responsáveis por muitos problemas de saúde. De facto, alertam os alergologistas, podem ocorrer deficiências respiratórias e neurológicas, assim como défices de aprendizagem.

Com o cenário de poluição dos ambientes internos, concentração de poluentes e falta de ventilação nos edifícios, fica mais fácil a propagação de doenças contagiosas, como por exemplo as constipações e gripes – que só por si já exigiriam ambientes com o ar renovado e mais puro!

Por isso, se for pai ou educador informe-se sobre o que pode ser feito para minorar o problema… – por exemplo, a utilização de um purificador do ar específico para estes espaços de ensino, que com toda a segurança será eficaz ao serviço da maior qualidade de vida dos mais novos.

math_kids

 E além dos pais e educadores, também as entidades responsáveis ao nível da educação e da saúde devem estar sensibilizadas para este tema, pelo que a marca nacional Airfree fica ao dispor, para toda a informação e aconselhamento.

Esta entrada foi publicada em Alergias Respiratórias com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s